(Re)escrever

23 agosto 2013

Há muito tempo não escrevo sobre você, e talvez por esse mesmo motivo, você pense que eu o esqueci completamente. Não me leve a mal, me desliguei de tudo. Tenho escrito bastante ultimamente e todo mundo acha que me conhece, acredita? Você que me rotulava como "a misteriosa", "a indesvendável", cairia o queixo se soubesse disso. Acontece que nem tudo é tão simples assim. Não é fácil falar de mim, nunca foi. Escrevo sobre tudo o que vejo, tudo o que imaginei, senti, idealizei. E as pessoas me tratam como se conhecessem até o fundinho obscuro da minha alma. Calma lá, não é bem assim.



Mesmo que raramente, eu me exponho completamente. Abro as feridas, remexo cicatrizes curadas, faço um auê sentimental por puro hobby. Algumas pessoas acham graça, sentem minha dor, choram comigo ou se colocam no meu cenário individual. Tudo bem, eu quem escolhi dar a cara para bater. Será que elas ainda agiriam assim se soubessem o quanto fui covarde com você? Eu poderia ser franca e dizer logo: perdi o amor da minha vida por puro medo. Elas entenderiam? Você não. Mas eu te entendo, nunca fui das mais fáceis de lidar mesmo.

Acontece que soltar um "eu te amo, caramba!" não é lá das tarefas mais fáceis. É árduo e leva tempo até a coragem aparecer. E nem todo mundo está disposto a esperar. Então vamos lá, não sou fã de segundas chances, mas o destino está gritando no meu ouvido como fui burra e terminar aqui, sozinha, não é lá das melhores opções a se escolher. Tenho um lápis, um papel em branco e uma vontade louca de permanecer ao seu lado, sei lá, até que a morte nos separe? Não seria tão mau assim.

Mau mesmo é essa dúvida. Esses "e se" rodopiando em minha mente. É isso, tenho todos os apetrechos para escrever a mais linda história. E você, topa fazer parte dela?

4 comentários:

  1. Caraca, ameiiiiiiii. Que texto lindo *----------------*

    ResponderExcluir
  2. Esse foi um dos mais lindos. Muito lindo mesmo.
    Até me fez chorar um pouquinho.
    Parabéns.
    Incrível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Jully!

      Fico feliz que tenha gostado <3

      Excluir

Raiane Ribeiro: (Re)escrever © 2011 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Desenvolvido por: Pamella Paschoal