Diz para elas

30 julho 2013



Está decidido, não vou mais escrever textos no passado. Estou no presente observando você vivenciar todo seu tempo livre com outras pessoas. Não me dou o direito de te culpar ou julgar, sabe disso. Eu sigo minha vida, você segue a sua. Ambos não sabemos onde isso vai parar, mas não paramos de viver. O que me deixa cheia de você é ver sua patética tentativa de me substituir. Tá bom. Vai lá, tenta forçar o melhor abraço do mundo e volta aqui para me contar se deu certo, ta? Tenta forçar aquela sua piada mais sem sal, na qual eu sorria verdadeiramente. Vai lá e me diga qual foi a reação de cada uma delas, eu vou adorar saber de tudo isso. 


Diz para elas que você só fuma quando bebe e que isso nunca se tornará um hábito. Que esquecerá todas as pessoas com quem se envolveu, ou melhor, aquelas as quais você iludiu. Diz que é tudo muito novo para você e que nunca amou verdadeiramente. Elas vão adorar te desvendar. Conta que seu apartamento é uma bagunça e sua vida mais ainda, mas que elas podem arrumar tudo, se quiserem. Desabafa com elas sobre o quanto você se frustrou no seu último namoro e o quanto odeia pessoas ciumentas demais. Logo, elas se controlarão e você não terá problemas. Não esquece de dizer para elas o quanto você ama dias de chuva. Diz que eles te dão motivos para dar beijos quentes dentro do carro ouvindo qualquer música sem sentido, elas vão delirar. 




Se você me perguntasse, eu te diria que seu dia vai chegar. Que não dá pra conhecer o amor de verdade vivendo casinhos superficiais. Um relacionamento não serve só para matar a carência. Tem mil e um motivos para existir, entende? E as pessoas com quem você se envolve são sempre as erradas. Vazias, rasas, sem mil e um porquês. Faz um bom tempo que aprendi a ser direta com as pessoas. Seja sobre negócios ou sentimentos. Ah, quase me esqueci. Conta para elas que você adora fingir não ver o que elas sentem ou pensam ou te dizem nas entrelinhas, mas que sabe tudo. Aí elas vão te poupar das indiretas e falar tudo na lata.


E quanto a mim, vou sempre esperar por notícias suas. E se você não as der, vou procurar, vasculhar, te sugar. Talvez ainda diga algo sobre covardes por aí e você vista a carapuça, mas nada mais faz sentido. Nunca fez. Eu nunca deixei de ser a garota perfeita para você. Não sou muito superficial, nem exageradamente sentimental. Sou aquela que se encaixa perfeitamente no lado vazio da sua cama, no banco do seu carro e no seu coração. Mas nossas distâncias são erradas demais e os quilômetros que nos afastam não me deixam te fazer feliz. Uma pena. Um desperdício. Nossa história foi uma grande sacada do destino: pessoas perfeitas, distâncias erradas. Bem que me disseram que o amor não fazia o mínimo sentido.

3 comentários:

  1. Você so pode ter visto minha vida em uma bola de cristal , Texto mais do q Perfeito:D

    ResponderExcluir
  2. Esse texto sou eu. Me identifiquei muito. Bom texto!

    ResponderExcluir

Raiane Ribeiro: Diz para elas © 2011 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Desenvolvido por: Pamella Paschoal