Garota da vitrine

07 abril 2013

Você só tem um defeito: quer me consertar. E eu? Supostamente não tenho nenhum. Meu sorriso é distante e inalcançável. Meus braços carregam o peso do mundo nas costas mas fazem uma pose que transmite superioridade. Eu me sinto cansada, mas não me repouso. Carrego comigo minhas dores sem a vaidade de dividi-la com ninguém. Exponho meus sentimentos de um jeito que não tem como restar dúvidas: é pegar ou largar. De vez em quando aparece alguém com aquela mania louca de aventura que quer me levar pra longe, mudar minhas cores, hábitos e manias. O que eu penso a respeito disso? Eu deixo. Sabendo que algum defeito vai incomodar de alguma forma e que logo após, serei devolvida. E retornarei pro meu mundinho sem feições ou afeições, que seja.


Vejo pessoas passando o tempo todo. Se amando. Se odiando. Vejo aqueles que param, me encaram, e segue em frente. Como se em nada eu os tivesse afetado. Tem também aqueles pelos quais eu deixaria o meu posto pelo brilho diferente no olhar. Pelo sorriso encantador. Pela paradinha básica de quem não tem tempo, mas mesmo assim, ainda o perde comigo. Vivo de imensuráveis entregas mentais e sentimentos nunca vividos. Vivo pulando de cabeça em lugares rasos porque a profundidade do sentir assusta bastante. Mantenho a inércia porque velocidade alta em relações amorosas causam danos quase irreparáveis à alma, entende? Sou aquela garota da vitrine que de tanto se proteger, esqueceu de viver. E consegue sempre o que precisa, nunca o que quer.


Visto roupas que não combinam com o meu perfil. Sou desmontada constantemente por pessoas que não entendem minhas dores, nem veem nelas beleza alguma. Sou invadida o tempo todo. Não tenho privacidade, nem hora certa para lamentar meus desamores. Sou aquela que pertence a todos mas nunca é de ninguém. Sou perfeita todos os dias, mesmo sendo imperfeita quase sempre. A noite cai e às vezes rola um pranto aqui, outro ali. Mas tenho que me recompor, amanhã é um novo dia. E com ele, chega minha hora de brilhar novamente.

*Você aí: quer dar dicas e sugestões de posts, pedir conselhos, reclamações e afins? Mande um e-mail para raianeribeirocontato@gmail.com! Estou aguardando você! ;)

Um comentário:

  1. Também me sinto cansada, praticamente todos os dias... Beijo

    ResponderExcluir

Raiane Ribeiro: Garota da vitrine © 2011 - 2015 - Todos os Direitos reservados
Desenvolvido por: Pamella Paschoal